Dicas

Dicas Gerais


Algumas dicas de como escolher o colchão ideal podem facilitar a tarefa e ainda garantir uma noite agradável e reparadora.

A primeira coisa a se levar em conta é a densidade do colchão, que é a resistência do produto levando em consideração o peso de cada pessoa. Para ajudar, existem tabelas que indicam a densidade ideal para cada corpo. No caso dos colchões de casal, o certo é comprar o colchão na densidade compatível com a pessoa mais pesada.

No entanto, densidade não quer dizer qualidade e o fato de o colchão ser mais duro não quer dizer que ele é ruim, assim como ser macio também não é sinônimo de um bom colchão. O colchão deve ser confortável, não pode ser nem mole nem duro demais, deixar a coluna alinhada e os músculos relaxados. Quando o colchão é muito mole, pode causar desvios na coluna e dores nas costas. Já o colchão duro demais pode cansar a musculatura, provocando dores nos ombros, quadris e articulações.

Para aumentar a durabilidade do seu colchão, faça o rodízio a cada 30 dias, preferencialmente, girando-o dos pés para a cabeça, em um primeiro rodízio, e um um segundo rodízio, gire-o para a outra face, se possível (Veja imagem abaixo).

Aspire seu colchão sempre que trocar as roupas de cama, pelo menos uma vez por semana;

Sempre que possível abra a janela e deixe o sol bater no colchão e arejar o ambiente;

Use sempre uma capa para colchão. Hoje em dia existem capas antialérgicas e sugere-se que sejam lavadas a cada 15 dias;

Em caso de mancha, limpe imediatamente após a ocorrência (procure se informar melhor, de acordo com o tipo de mancha);

Não encharque seu colchão na hora de limpar ou deixe-o muito úmido. Assim, você evita a proliferação de fungos.

Substitua os travesseiros a cada 24 meses para evitar a proliferação ácaros e outros fungos, que causam problemas respiratórios.


Fotos de Dicas Gerais


(Clique para ampliar as fotos)